quinta-feira, 7 de maio de 2015

Apenas me chame.




Me chame...
Não se acanhe em fazê-lo.
Apenas me chame...
Não importa por qual nome. Me chame!
Me chame agora, daqui a pouco, de madrugada,
quando seu coração estiver sentindo o frio do vazio.
Apenas me chame...
Me chame para ser seu par nessa noite e em todas as outras.
Me chame para escutar seu riso, suas palavras.
Me chame para ver as estrelas ao seu lado. Me chame!
Me chame quando dos seus olhos descerem lágrimas.
Quando seus ombros estiverem pesados
e sua mente se sentir cansada.
Apenas me chame...
Me chame quando o sol da manhã não puder aquecer seus sonhos.
Me chame.
Me chame quando seu sorriso tomar conta de sua alma,
me chame para dar-me suas mãos e segurar as minhas. Me chame!
Me chame a qualquer hora e de preferência,
me chame sussurrando em meu ouvido,
querendo que eu esteja sempre contigo
e com um largo sorriso ao seu lado...

By Ari Custódio.

2 comentários:

  1. selma nunes matos15 de maio de 2015 19:46

    Adorei! Trabalha bem com as palavras...parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, Selma. Gosto de escrever o que me vem no coração.
      Beijos.

      Excluir